BANDA


Carlos Petrus - Vocal


Desde o ventre fui criado na Igreja Católica, e o interesse por música desperta aos seis (1989).

Expressava a vontade de cantar somente entre quatro paredes... ” Ratá-tá tá tá...” [risos]...Com esta intro, percebo que servir a Igreja é lutar contra a maré que insisti, em ser mais fortes que as vontades de Deus. Certo dia (1997) dividido entre ser um astro do rock ou ser de Jesus, ouvi uma música que se chama Filhos de Deus (Banda Apocalipse Voz e Violão), nossa, fez-me refletir sobre as vontades de Deus, percebi que estava com fome e não era de aplausos.
Mudei pra valer e decidi na missão resgate. Conheci o Eterna, os muitos testemunhos foram fatais para o meu coração, não consegui voltar para a antiga vida.“Alo meu Deus Fazia tanto tempo que eu não mais te procurava”...[risos]...pura verdade. Composição é mais do que falar do que se acha, mas sim da certeza que se tem, e tenho medo de errar quando se trata de compor, Deus tem que falar na música, se não, não escrever. Frequentei as reuniões do Rock In Cristo e trabalhei em alguns projetos do Grupo. Fui membro da banda Xto, Filius, Ministério Santa Cecília, projetos com amigos Holli Shadow e uma tentativa secular. Por fim, decidi tocar sozinho, voz e violão. Conhecendo o Lucas (Ex-Rise), as coisas clarearam um pouco mais, iríamos começar um projeto de evangelização primeiramente em nós, depois rolaria o som.Profetah, a Fé faz isso com agente, confirma que nosso Deus é o Deus do Impossível. Não foi fácil esperar o som rolar, digo a minha esposa que já os conhecia, e só foi possível porque nos voltamos para Deus, temos sede de evangelizar, mesmo após tanto tempo.


André Morais - Baixo


Minha vida na Igreja tem muitas histórias e momentos felizes e de aprendizado, sou uma pessoa feliz, sou um ser humano com muitas virtudes e limitações.

Os anos se passaram e o amadurecimento na fé surgiu de forma natural e concreta, enxergo a igreja Católica como um grande propósito na minha vida e Cristo o centro de tudo isso, esta soma me fez um homem forte persistente no caminho de Deus. Tenho como lema, "Não desistir nunca" é dessa forma que encaro o Música Católica, minha missão na igreja para Deus é o resgate daqueles que mais necessitam e a formação pessoal do jovem visando principalmente o fortalecimento espiritual, as razões sociais e a ajuda aos mais necessitados.

Fazer parte da Banda Profetah é a um ato de fé e perseverança, aqui conquistei grandes irmãos e amigos. A nossa realidade hoje é maravilhosa todos com o pensamento voltado para nosso Deus. Diz a palavra de Deus: "Aquele que encontrou um amigo encontrou um tesouro", e aqui os encontrei, desde aqueles que já passaram pelo projeto e os que hoje fazem parte.

Comecei a gostar da música Católica em 1996 quando conheci a banda Cristoatividade, Rosa de Saron e Eterna de uma vez só no Hallel de Franca foi ai que senti um maior chamado de Deus, daí o chamado ao Rock Católico.

Depois de vários anos de caminhada na RCC, Catequese, Coordenação do evento Rock in Cristo e mais 15 anos dedicados a Banda Apocalipse Prophecy, hoje participo da Paróquia Santa Rita de Cássia em Brasília - DF e da Banda Profetah.

Deus abençoe!


Rafael Ribeiro - Bateria

Nascido em Luziânia-Goiás, de família católica. Hoje com 25 anos, casado com Luciane, tem um filho, Miguel. Pois a família que tem sido algo fundamental na sua vocação, no seu chamado de ser mais de Deus.

Na infância, a música foi algo marcante e que o inspirou a se dedicar nos trabalhos pastorais da Igreja, sentindo o amor de Deus. Cantando nos ministérios de louvor e tocando bateria, instrumento que se tornou sua grande paixão, Rafael iniciou sua intensa história com a música. Sempre influenciado pelo Rock católico, tais como: Eterna, The Flanders, CristoAtividade, dentre outras, se interessou também em fazer parte de um banda que levasse evangelização aos jovens. Surgiu então entre amigos sua primeira banda, Santos Anjos. Logo trabalhou em diversos grupos de oração, ministérios da RCC, encontros de espiritualidade e na Liturgia da Santa Missa. E por último fez parte da banda Apocalipse Prophecy.

Nisto, na dedicação e no estudo ao instrumento, tornou-se baterista profissional aos 19 anos, e leciona aulas na Musical Rei Davi, em sua cidade. Surgindo oportunidades de trabalho no meio secular, em gravações e nos mais diversos eventos.

Hoje pelo convite de André Morais, também ex integrante da banda Apocalipse Prophecy, vem participar do projeto de evangelização Profetah, que abraçou com grande entusiasmo e fé.

Neste espírito de missão deseja a todos a paz e o amor de Cristo.

Grande abraço

Rafael Ribeiro

Um comentário:

  1. Disponibiliza o CD em MP3 para download. Fizeram um excelente trabalho. Estão de parabéns!!!

    ResponderExcluir